Quando a Itália pegou velocidade

As décadas de 50 e 60 foram os anos do chamado “milagre econômico” italiano. Houve um forte desenvolvimento da indústria e dos serviços, em detrimento do setor agrícola. Assim começou a migração interna: do campo para a cidade, do sul para o norte do país.

fiatNas casas fizeram sua aparição as primeiras máquinas de lavar e geladeiras. As famílias mais ricas tinham até televisão. O aumento significativo no nível de vida dos italianos trouxe importantes mudanças no estilo de vida, língua e costumes. Mas o verdadeiro indicador do bem-estar do povo foi o carro: os modelos FIAT 600 e 500 substituíram progressivamente a Lambretta, resultando em uma verdadeira motorização em massa e na consequente construção de rodovias e outras infraestruturas.

No clássico de 1962 “Aquele que sabe viver” – em exibição hoje, às 19h, no Centro Universitário Católica de Santa Catarina – o diretor Dino Risi também utiliza o carro como símbolo da nova Itália. O título italiano do longa, “Il sorpasso”, significa ultrapassagem: nada melhor para representar o momento de fervor e crescimento que o país estava experimentando.

viaggio sorpasso

Os dois protagonistas do filme viajam de Roma para Viareggio, na Toscana, ao longo da Via Aurelia

Na sua Lancia Aurelia Sport, o quarentão Bruno voa pelas estradas em busca de algo que nunca se sabe o que é. Ele age como um adolescente e vive uma vida improvisada. A velocidade é tudo que caracteriza o universo dele. No filme, acompanhamos a sua viagem de dois dias ao longo da Via Aurelia, de Roma até Viareggio, na companhia de Roberto, um estudante tímido e inseguro, conhecido por acaso. Os dois são o oposto um do outro e personificam o velho e o novo da sociedade italiana, em choque permanente.

Misturando crítica social e humor, “Aquele que sabe viver” mostra uma Itália consumista e cheia de mobilidade, uma sociedade vestida com roupas de banho e dançando na praia, uma nova cultura baseada no entretenimento. A trilha sonora também reflete essa tendência e inclui músicas famosas daquela época, especialmente em ritmo de twist.

Sinopse

Roma, verão de 1962. Bruno (Vittorio Gassman), um playboy quarentão, leva Roberto (Jean-Louis Trintignant), um tímido estudante de direito, para uma viagem de dois dias pelas estradas de Roma e da Toscana. Neste período, eles vivem uma série de aventuras e desventuras, com um desfecho surpreendente.

il sorpasso

Ficha técnica

Título original: Il sorpasso
Diretor: Dino Risi
Ano: 1962
Gênero: drama / comédia
Classificação: 16 anos
Duração: 108’
Elenco: Vittorio Gassman, Jean-Louis Trintignant, Catherine Spaak

Exibição

24 de outubro, 19h, no Centro Universitário Católica de Santa Catarina

Leia também:

GUARDA COME DONDOLO CON IL TWIST!

VITTORIO GASSMAN, UM MITO QUE NUNCA MORRE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s