“Pasta e ceci”: a receita que acabou na telona

Pasta e ceci é um dos pratos preferidos dos italianos. A sopa com macarrão e grão de bico é típica da culinária mediterrânea, além de ser uma receita com ingredientes simples e fácil de se preparar.

pastaececiEla é tão popular que foi até imortalizada no cinema. No filme “Nós que nos amávamos tanto”, de Ettore Scola, os três protagonistas se reúnem sempre na mesma taverna em Roma para comer pasta e ceci e outros pratos típicos. Porém, o filme que mais celebrou a sopa com macarrão e grão de bico foi “Os eternos desconhecidos”, de Mario Monicelli. A especialidade aparece bem no final do filme, numa cena memorável…

Ficou curioso? Então é só assistir ao filme, que será exibido no Círculo Italiano, no dia 9 de outubro e também no Museu Emilio Silva, no dia 18. Não perca!

E agora… com este friozinho aqui em Santa Catarina, que tal se esquentar um pouco com esta receita deliciosa?

Ingredientes:

320 gr de macarrão (tipo Conchiglie, Mezze Maniche ou outro tipo de massa curta)
500 gr de grão de bico (cozido)
1 cenoura
1 cebola pequena
1 vara de aipo
1 dente de alho
120 gr bacon
4 colheres de azeite de oliva extra virgem
200 ml polpa de tomate
1 ramo de alecrim
Caldo de legumes
Sal
Pimenta do reino


Modo de preparo:

Picar cenoura, aipo, cebola e alho em pedaços bem pequenos. Em seguida refogar com o azeite de oliva em fogo baixo por 15 minutos. Adicionar o alecrim picado, mexer e adicionar o bacon cortado em cubos.

Deixar cozinhar em fogo baixo por alguns minutos. Adicionar o grão de bico, misturar bem, cobrir com o caldo de legumes e adicionar a polpa de tomate.

Deixar ferver em fogo baixo durante pelo menos 15 minutos, enquanto isso ferver a água para cozinhar o macarrão. Passados ​os 15 minutos, colocar 1/3 do grão para bater no liquidificador até obter um creme fino. Em seguida, juntar esse creme ao grão de bico na panela.

Colocar o macarrão em água fervente com sal e cozinhar até ficar “al dente”, escorrar e adicionar à panela com o grão de bico. Tempere com sal e pimenta (a gosto) e sirva imediatamente.

SOLITI_IGNOTIjpg

“Os eternos desconhecidos”
(Mario Monicelli, 1958)
9 de outubro, 19h, no Círculo Italiano
18 de outubro,14h, no Museu Emílio Silva

“Nós que nos amávamos tanto”
(Ettore Scola, 1974)
10 de outubro, 19h, no Círculo Italiano
22 de outubro, 14h, no Museu Emílio Silva

Anúncios

Uma resposta para ““Pasta e ceci”: a receita que acabou na telona

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s